“D. Carlos Filipe Ximenes Belo visita a Escola Secundária de Búzio em Vale de Cambra”

 

   Na passada sexta-feira, dia 13 de abril, D. Carlos Filipe Ximenes Belo, visitou a Escola Básica e Secundária de Búzio, situada em Vale de Cambra, distrito de Aveiro. O Bispo Emérito de Díli, Timor-Leste, foi recebido de forma cordial pelo diretor da Escola, professor Pedro Martins, pelo presidente da Câmara Municipal do concelho de Vale de Cambra, José Pinheiro, por todos os alunos da escola, pessoal docente, funcionários, encarregados de educação e vários convidados.

   À hora prevista, pelas onze horas, D. Ximenes Belo chegou às nossas instalações. Foi recebido pelo coro dos alunos do 2º ciclo e pela Orquestra da Academia de Música de Vale de Cambra, acompanhados por um conjunto de professores, funcionários e alunos que cantaram a música “Ai Timor”, de Luís Represas e ainda “A Paz Virá” de autoria da professora Paula Pinho. Posteriormente, um grupo de alunos da escola e Academia Fifteen Dance, de dança contemporânea, atuou, fazendo uma representação alusiva aos Direitos Humanos. De seguida, o Sr. Manuel Ferreira, formando do curso EFA, leu um poema da sua autoria, dando as boas-vindas a sua Excelência Reverendíssima, D. Ximenes Belo. O diretor da Escola deu continuidade a esta sessão, dando as boas vindas à escola e ao nosso convidado e falou um pouco sobre o Agrupamento de Escolas de Búzio. De seguida, o Sr. Presidente da Câmara Municipal deu, também, as boas vindas ao concelho de Vale de Cambra e algumas informações relevantes da economia, da indústria, da população e da cultura do concelho. Após estas intervenções, teve a palavra o nosso convidado, D. Ximenes Belo.

   Após a receção, o Diretor da Escola, o Sr. Presidente da Câmara e alguns convidados dirigiram-se para a entrada da biblioteca, lugar onde D. Ximenes Belo descerrou uma placa comemorativa da sua visita. Entretanto, foi convidado para visitar as instalações da Escola.

   Cerca das doze horas e trinta minutos, o nosso convidado foi encaminhado para o nosso restaurante pedagógico, a fim de almoçar. Foi servido pelos alunos dos cursos profissionais de Técnico de Restauração, que tiveram a amabilidade de confecionar a ementa do almoço.

   Após o almoço, cerca das duas horas e trinta minutos, demos continuidade a este dia tão especial com a actividade principal “Encontro com D. Ximenes Belo”, pela qual tanto ansiávamos. O encontro com o Bispo Emérito de Díli, sem dúvida, foi uma honra para todos os presentes. Teve início com a leitura, pelo professor José Cubal, de um excerto do escritor Ferreira de Castro, nascido em Ossela, Oliveira de Azeméis. Durante o encontro, D. Ximenes Belo falou-nos um pouco sobre o seu passado, deu-nos a conhecer a vida dele, mesmo antes de se tornar Bispo, e contou-nos algumas das dificuldades que ultrapassou durante os conflitos entre Timor e a Indonésia. Depois desta intervenção, alunos do 10º Ano e formandos dos Cursos EFA, a quem era destinada a actividade, colocaram algumas questões a D. Ximenes Belo sobre vários temas que acabam por ser da curiosidade de todos os presentes. A música, parte essencial deste encontro e interpretada pela professora Mrikë Sefa, tocou no coração de todos e tornou a tarde ainda mais especial. Para terminar a actividade, a professora Mrikë Sefa tocou Imagine, de John Lennon, com a aluna Maria João Oliveira a cantar.

   Os formandos e formadores dos Cursos EFA prepararam esta actividade, executando diversas tarefas, tais como: confecção de ofertas simbólicas para os participantes (porta-chaves em forma de pomba da paz), pombas decorativas para a biblioteca, elaboração de cartazes, dos convites e do programa das atividades, bem como a escrita do poema de boas vindas.

   Foi um dia inesquecível para todos os que tiveram oportunidade de conhecer tão ilustre personalidade.

poema

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Encontro com D. Ximenes Belo

O dia 13 de abril foi único e ficará, para sempre, gravado na memória da Escola Básica e Secundária de Búzio, que teve o privilégio de receber a visita de D. Ximenes Belo, Bispo Emérito de Dili – Timor-Leste e Prémio Nobel da Paz – 1996.

Os Cursos EFA e os grupos disciplinares de Filosofia e Educação Moral e Religiosa Católica foram os promotores deste evento.

Logo que recebemos resposta afirmativa de D. Ximenes ao convite que lhe tinha sido endereçado, formadoras e formandos lançaram mãos à obra e começaram os trabalhos de preparação das atividades. Desde a necessária pesquisa de informação à elaboração de cartazes, elaboração dos convites e programa de atividades, confeção de ofertas simbólicas para os participantes ou a escrita de um poema de boas vindas ao nosso convidado, entre outros trabalhos, todos fizeram a sua parte e deram o seu melhor, contribuindo para que esta jornada decorresse com sucesso.

Felicito as formadoras Alice Vieira, Margarida Henriques, Clara Nadais, Graça Sousa, Teresa Vaz, Lurdes Monteiro e Ofélia Figueiredo, bem como todos os formandos das turmas EFA, Nível Básico e Nível Secundário, e agradeço todo o empenho e dedicação com que prepararam e participaram nesta importante atividade.

A coordenadora dos Cursos EFA

Ana Maria Almeida

Jantar convívio no âmbito do Dia Mundial da Alimentação e do Dia de São Martinho

No passado dia 16 de novembro de 2017, na Escola Sede do Agrupamento de Escolas de Búzio, os alunos do nível básico e secundário, do Curso de Educação e Formação de Adultos, juntamente com os formadores, realizaram um jantar convívio no âmbito do Dia Mundial da Alimentação e do Dia de São Martinho.

Os formandos Sónia, Ricardo, Catarina e Eduarda e as formadoras Clara, Teresa, Margarida, começaram as suas tarefas às 15:30h. Iniciaram esta atividade preparando os alimentos para, posteriormente, serem confecionados. De seguida, e já na cozinha, demos inicio à preparação da Sopa de Pedra. Enquanto esta estava ao lume, organizamos outras tarefas: cortamos a broa, preparamos as bebidas e pusemos a mesa.

A entreajuda foi fantástica entre os formandos e os formadores, salientando-se também o trabalho exemplar da dona Aldina.

A hora do convívio aproximou-se e o jantar iniciou-se às 20:00h. Estavam presentes membros da Direção (Prof. Pedro Martins e a Profa. Sandra Mónica), outros docentes (antigos professores dos formandos e a professora responsável pela biblioteca escolar, Prof a. Cristina Filipe).

A ementa consistiu na deliciosa Sopa de Pedra, acompanhada de broa caseira de milho e limonada. À sobremesa foram servidos cartuchos com as saborosas castanhas assadas no fogareiro e ainda gelatina.

O diálogo, a cooperação, a colaboração, a amizade, a solidariedade e o respeito entre os demais foi excecional. Será oportuno que momentos destes se repitam, porque são, sem dúvida, uma mais-valia para a comunidade educativa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Formação sobre Suporte Básico de Vida

Decorreu nos dias 8 e 9 de novembro de 2017, no auditório da Escola Sede do Agrupamento de Escolas do Búzio, uma formação sobre Suporte Básico de Vida dirigida para os formandos e formadores dos cursos EFA, nível básico e secundário. A formação foi dada pelo bombeiro e formador de socorrismo da Escola Nacional de Bombeiros, Armando Pinho, estando este a exercer a sua profissão nos Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra.

Após toda uma palestra sobre como socorrer uma vítima de paragem cardiorrespiratória (CIA), os presentes tiveram a oportunidade de simular uma situação destas com dois manequins trazidos pelo bombeiro.

De seguida, e depois de toda uma avaliação da segurança, os socorristas tentaram encontrar sinais de vida na vítima. Caso esta não respondesse, pedir-se-ia por ajuda e far-se-ia o VOS (ver, ouvir e sentir). No entanto, se se comprovasse que a vítima não respirava, era simulada uma chamada para o 112. Nessa chamada tinham de indicar o local exacto, sexo e idade aproximada da vítima, informando que a mesma se encontrava em paragem cardiorrespiratória. Posteriormente, iríamos dando resposta, de forma calma e concreta, às perguntas colocadas pelo atendedor. No caso de saber fazer manobras de reanimação, tentaríamos colocar em prática os nossos conhecimentos e, quando a vítima desse um sinal de vida, era repetido o VOS para confirmar. Se respirasse, lateralizáramo-la e ficaríamos de vigia.

Por fim, os participantes foram ainda informados sobre outras doenças e modo de tratar uma vítima de trauma.

Esta foi, sem dúvida, uma experiência enriquecedora e uma mais valia para a nossa formação.

_MG_7962 (1)

“Levantar do Chão”

Passada a grande vaga de incêndios que atingiu o nosso país é chegada a hora de recomeçar.

Nesse sentido, a Escola Sede do Agrupamento de Escolas do Búzio organizou a campanha Levantar do Chão, que consistiu numa recolha de bens essenciais para as habitações, de modo a ajudar famílias afectadas pelos incêndios em Oliveira de Frades.

Devido à grande oferta foi necessária a participação das turmas EFA, nível básico e secundário, no dia 30 de Outubro, para organizar todos os bens recolhidos.

Foi feita a divisão dos materiais por utilidade e, de seguida, a contagem dos mesmo, para mais tarde os responsáveis saberem quantas famílias poderão vir a ajudar.

Tudo aquilo que se encontrava em bom estado foi devidamente encaixotado para no dia seguinte ser enviado para as entidades competentes.

Com um pequeno gesto podemos fazer muito pelos outros. Fica, desde já, uma palavra de agradecimento a todos aqueles que colaboraram. Bem-haja!

 

 

Chamar a música

Decorreu no passado dia 23 de Outubro, pelas 21h30, na biblioteca da Escola Sede do Agrupamento de Escolas do Búzio, a actividade “Chamar a Música”, a fim de comemorar o dia Mundial da Música e o mês das Bibliotecas Escolares. Na actividade participaram os alunos do curso EFA em parceria com a Academia de Música de Vale de Cambra.

A apresentação ficou ao encargo da professora Cristina Filipe, responsável pela biblioteca da escola, que de uma forma ligeiramente informal conduziu as apresentações ora musicais ora literárias.

O prof. Marco Maia juntamente com o prof. Miguel Sousa deram início à actividade brindando os presentes com a apresentação da peça “Nocturno” de F. Strauss.

Seguiu-se a formanda Sónia Pereira com a Leitura do “Poema Ecológico”, que alertou o auditório para a necessidade de cuidar da Mãe Natureza.

Mais um momento musical, e foi com o clarinete que o prof. José Ventura interpretou W. A. Mozart, acompanhado pelo prof. Patrick Monteiro.

“As palavras”, de Eugénio de Andrade, foi o poema escolhido e declamado pela formanda Eduarda Gaspar para a actividade.

Foi a vez do aluno da Academia de Música, João Calção, nos saudar com o seu trompete, ao som de “Concert Study”,de A. Goedicke, acompanhado pelo prof. Miguel Sousa no piano.

Também o prof. Tiago Santos, com a sua flauta transversal, juntamente com a prof. Sílvia Lopes no piano nos brindaram com da peça musical “Milonga sin palavras”, de A. Piazzolla.

É de conhecimento público que recentemente o nosso país enfrentou uma mortífera vaga de incêndios e foi nesse problema que o formando Ricardo Sousa centrou a sua apresentação, com a leitura de uma “Carta”, de autor anónimo, mas o qual se sabe que exerce a profissão de militar da Força Aérea. Enquanto decorria a leitura passou um vídeo com imagens dos grandes fogos que afectaram o nosso país.

A actividade foi encerrada pelos professores Sílvia Lopes, Tiago Santos e Filipe Soares que interpretaram quatro peças musicais.

Estiveram presentes nas comemorações alguns elementos da direcção do Agrupamento e da organização, assim como os formadores do curso e os formandos. Sendo a actividade aberta ao público alguns familiares e pessoal não docente marcaram também presença.

received_1474314262646402received_1474313305979831received_1474313295979832